Logo CEPSA

Prémios CEPSA ao Valor Social

Prémios CEPSA ao Valor Social

Três ONG’s distinguidas com 30.000€ nos Prémios Cepsa ao Valor Social 2014

• O júri, composto por Conceição Zagalo e por colaboradores da Cepsa, elegeu por unanimidade três projetos de responsabilidade social.

Os projetos, premiados com 10.000€ cada, foram apresentados pela Associação de Apoio a Idosos e Jovens da Freguesia de Meca, a Associação Sócio-terapêutica de Almeida e o Centro da Mãe – Associação de Solidariedade Social, no Funchal, foram os projetos vencedores da edição 2014 dos Prémios Cepsa ao Valor Social (PCVS), que este ano comemora o seu 10º aniversário.

Esta foi a decisão do júri, presidido por Conceição Zagalo (presidente do Conselho Consultivo da AIESEC Portugal e das Assembleias Gerais do GRACE e da CAIS) e quatro colaboradores da Cepsa, de distintas áreas e formações.

O processo para a seleção dos vencedores, por parte dos jurados, foi complexo, dada a quantidade das candidaturas apresentadas este ano (70), mas muito gratificante pela qualidade e valor social que todos os projetos ofereciam. O júri valorizou de forma especial estes três projetos, não só pelo cumprimento de critérios e naturalmente do Regulamento, mas também pela sua abrangência, impacto social nas localidades onde desenvolvem as suas atividades e sustentabilidade económica e continuidade no tempo.  

“Foi com grande satisfação que presidi a um Júri que não deixou créditos por mãos alheias na hora de conferir  profissionalismo, seriedade e rigor na avaliação das mais de seis dezenas de muito boas candidaturas a esta décima edição dos Prémios Cepsa ao Valor Social”, manifestou Conceição Zagalo. Profundamente conhecedora, empenhada e continuando a fazer a diferença na área da Responsabilidade Social em Portugal, a presidente desta edição dos PCVS, salientou também “o compromisso da Cepsa face ao bem-estar dos seus colaboradores e das comunidades em que se inserem, bem patente na forma como as candidaturas são apadrinhadas e, sobretudo, como a implementação dos projetos é acompanhada pelos colaboradores Cepsa em Portugal”.

Por seu turno, Matías Pérez Alejo, administrador-delegado da Cepsa Portuguesa, referiu-se aos membros do júri como “um excelente contributo para esta nova Edição do Prémios, que representaram todos e cada um dos colaboradores da Cepsa que dignificaram o papel de padrinhos/madrinhas solidários, bem como, e ainda, todas as 70 organizações que apresentaram os seus projetos, valorizando assim de sobremaneira esta edição dos PCVS”.


Projetos premiados

  • A Associação de Apoio a Idosos e Jovens da Freguesia de Meca (AAIJFM), Alenquer, apresentou o projeto “Padaria Social”, que visa a transformação de uma escola abandonada numa padaria social, como forma de integração social e profissional dos seus cerca de 300 utentes (população com deficiência). A produção da padaria servirá para consumo na AAIJFM, numa fase inicial e também para outras estruturas sociais do concelho.
  • A Associação Sócio-terapêutica de Almeida, Guarda, que tem por objeto social a educação e a formação terapêutica de pessoas deficientes (essencialmente jovens a partir dos 18 anos com deficiência intelectual – DID e multideficiência) apostou num projeto para a criação e dotação de uma oficina onde tratar e transformar lã, de forma a promover um ofício considerado pedagógico, terapêutico e ecológico para os usuários, uma alternativa de vida válida e plena de sentido; contribuindo para a integração social, humana e económica dessas pessoas, criando para elas condições de vida por forma a que o seu futuro seja impregnado com a dignidade e respeito que merecem, numa perspetiva bio-psico-social e espiritual.
  • Por último, a Associação Casa da Mãe – Ass. de Solidariedade Social, apoia a mulheres em situações de vulnerabilidade social, e tem como objetivo construir um centro de acolhimento temporário para grávidas e jovens mães em situação de risco, com os seus filhos. Com vista a colmatar a inexistência de um organismo com esta valência, o que obrigava ao acolhimento das jovens fora da Região, pretendem também criar uma empresa social, no domínio da prestação de serviços domésticos, com vista à sua capacitação e integração no mercado de trabalho, fomentando o emprego legal e condigno.

Prémio Especial do Grupo Cepsa

Entre as restantes candidaturas, o júri selecionou outros dois projetos que competirão, junto aos selecionados dos s centros do Grupo Cepsa em Espanha e na Colômbia, pelo “Prémio Especial do Grupo Cepsa”, no valor de 8.000€.

Os projetos selecionados foram “A Banda Já Toca” da Associação Banda de Música de Matosinhos, que promove a integração de jovens através da música, e o projeto “Semear para Incluir” apresentado pela Cerciag - Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Águeda, que pretende criar uma estufa para a plantação de legumes e outras variedades de plantas de forma a realizar uma atividade sustentável e que lhes proporcione retorno financeiro para promover outras ações.

Serão os colaboradores de todo o Grupo Cepsa quem votará o seu projeto favorito, de entre as 12 iniciativas candidatas, para escolher o vencedor deste reconhecimento especial

Regulamento 2014

Apoiamos projetos que melhorem a vida de quem mais necessita...

 Regulamento 2014

Notícias

Aceda a notícias publicadas em diferentes meios...

Ver mais...Ver mais...

Vencedores 2013

Conheça os projetos solidários premiados pela CEPSA em 2013...

Ver mais...Ver mais...

Testemunhos dos Vencedores 2013

As entidades vencedoras dos PCVS 2013 contam a sua experiência...

Ver filme...Ver filme...

Edições Anteriores

Apresentamos as entidades vencedoras de edições anteriores...

Ver mais...Ver mais...